11 jul3 números que talvez irão mudar a forma como você vê o varejo mobile

O mercado mobile é, de longe, o futuro do e-commerce. É o futuro de praticamente tudo.

(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Ovum, uma empresa britânica de pesquisa e tecnologia, recentemente projetou que as vendas mobile vão atingir a marca de $2,05 bilhões até 2020 – um acréscimo de $1,44 bilhões em comparação ao ano passado. As estatísticas são parte de um relatório chamado “O Futuro do E-commerce: a Estrada para 2026”, que fala a respeito do smartphone estar se tornando uma plataforma capaz de suportar toda a jornada de compra, desde a busca de produtos e comparações, recomendações e pagamentos. O relatório também menciona localizações contextuais e o crescimento do comércio hiperlocal, falando sobre os “wearables” e pagamentos mobile.

Dentro de 10 anos, o mobile será o principal canal de publicidade para a maioria das marcas. Em mercados emergentes, a publicidade vai iniciar no mobile.

Além disso, durante 6 dias da alta temporada de compras – em fins de semana e no Natal – o tráfego vindo de smartphones ultrapassou o de desktops. A maioria das buscas agora é feita no mobile, também: 56% das buscas que resultaram em tráfego para sites famosos do varejo foram conduzidos tanto por smartphones como tablets.

Os varejistas já estão se apressando para acompanhar o comportamento do consumidor, e a velocidade desta mudança não vai diminuir tão cedo.

O estudo 2016 Accenture Adaptive Retail Consumer Research, feito pela Accenture, mostrou que os varejistas ainda estão muito no início do que diz respeito ao domínio do mercado de serviços mobile, de modo que 48% dos consumidores disseram que está mais fácil de realizar compras via dispositivos móveis, representando um aumento de 42% em comparação ao ano passado. Oportunidades de encontrar e superar as expectativas crescentes dos clientes incluem ações como promoções em tempo real no interior das lojas, a capacidade de scanear produtos na loja utilizando dispositivos móveis e a receber crédito via cupons e descontos via mobile.

Texto traduzido do original presente em: https://nrf.com/news/3-numbers-may-change-the-way-you-see-mobile-retail