25 junA capacitação em redes de varejo e franquia

Escrito por Daniel Zanco, sócio-diretor da Universo Varejo

Classroom

A Capacitação em redes de varejo e franquias tem se mostrado cada vez mais como um importante diferencial competitivo, sobretudo quando entendido que esse pode ser o caminho para uma menor rotatividade de funcionários e melhor qualidade no atendimento e serviços oferecidos aos consumidores.

Mensurar o retorno de ações de treinamento e desenvolvimento não é tarefa fácil e essa dificuldade muitas vezes faz com que empresários não dêem o devido valor à essa prática, que, se vista como um pilar de diferenciação em seu mercado, pode gerar resultados perenes e bastante significativos.  Para que os investimentos em treinamento sejam aproveitados da melhor maneira, é fundamental seguir estas 5 dicas:

1 – Conteúdo Customizado

Treinamentos “de prateleira” podem ser úteis, mas nem tanto quanto os conteúdos elaborados com base na realidade e no dia a dia do seu negócio, considerando os hábitos e dificuldades do seu time, as forças e deficiências dos seus processos. Prefira sempre construir com sua equipe ou contar com fornecedores dispostos a adaptar conteúdos disponíveis à realidade da sua empresa;

2 – Internet e Aplicações dinâmicas

No século XXI não podemos deixar de ter a internet como uma parceira para alcançarmos escala na disseminação de conteúdos. A distância geográfica e o turn over tornam praticamente inviável que aplicações presenciais consigam cobrir todas as pessoas que precisam ser treinadas a um prazo e investimento aceitáveis. Pense em filmar em estúdio os conteúdos e disponibilizá-lo em pequenas aulas com controle de frequência e aprendizado (avaliações);

3 – Recursos Multimídia

Outra vantagem que a tecnologia atual nos traz é a de fazer uso de diferentes mídias que podem ajudar na fixação dos conteúdos importantes para o varejo e franchising. Filmagens de simulações de atendimento, criação de jingles, criação de games e outras iniciativas não são mais exclusivas de grandes corporações e permitem que o processo de aprendizado se torne mais prazeroso, eficiente e duradouro;

4 – Grade de formação

Um amplo programa de formação para varejo e franquias permite que os colaboradores tenham a nítida sensação de desenvolvimento a partir de uma sequência de capacitação em que determinados temas são disponíveis apenas para quem já cursou um assunto anterior e eventualmente teve uma boa performance nas avaliações de retenção de conteúdo.

Essas são apenas algumas dicas, dentre os inúmeros elementos que podem ser trabalhados, relacionados à transferência de conhecimento entre varejistas e franqueadores e suas equipes. Compreender esses e outros fatores pode aproximar funcionários, franqueados, franqueadores, gerentes e todos os stakeholders, gerando um ambiente de colaboração e desenvolvimento, além de criar diferenciais muito difíceis de serem copiados pelos seus concorrentes.

Pense nisso e boas vendas!