02 novApesar de queda nas vendas, Hering tem aumento de 38% no lucro do semestre

Por Cibelle Bouças, da Valor Econômico

hering

A fabricante e varejista de vestuário Hering reportou crescimento de 37,9% no lucro líquido do terceiro trimestre, em comparação ao mesmo período do ano passado, chegando a R$98,8 milhões. A companhia informou em relatório que seu resultado foi impulsionado por um efeito líquido de R$53,5 milhões em Imposto de Renda e Contribuição Social, provenientes da dissolução da subsidiária Hering Overseas e de dívidas entre as companhias. No terceiro trimestre, a varejista apresentou piora no resultado operacional por conta da retração das vendas.

A receita líquida teve redução de 2,8% no trimestre, para R$353,6 milhões. As vendas em lojas abertas há mais de 12 meses (mesmas lojas) diminuíram 4,3% no caso da Hering Store. A companhia informou em relatório que as vendas foram afetadas pela deterioração do ambiente macroeconômico e pela queda nos índices de confiança dos consumidores.

A empresa também fez mais promoções, como parte dos esforços para reduzir estoques, o que causou uma retração na receita. A maior pressão de vendas, segundo a varejista, foi sentida nas redes multimarcas, o que afetou as vendas de todas as marcas, especialmente a PUC.

O faturamento em lojas próprias caiu 0,7% no trimestre, para R$50,3 milhões. As vendas em franquias, por sua vez, cresceram 1,3%, para R$152,3 milhões. As vendas para o varejo recuaram 6,3%, para R$196,2 milhões. No canal internet, tiveram alta de 19,5% para R$7,7 milhões.

A companhia encerrou o trimestre com o fechamento líquido de duas lojas, para 824 unidades abertas. Foram fechadas cinco lojas PUC, abertas uma Hering Kids, a primeira loja Hering For You e a primeira loja da Dzarm. Com isso, a Hering fechou o trimestre com 642 lojas Hering Store, três Hering For You, 73 PUC, 88 Kering Kids, uma Dzarm e 17 lojas no mercado internacional.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) teve queda de 26,6%, para R$54,8 milhões. A margem Ebitda foi reduzida em 5,1 pontos percentuais, para 15,5%.

Texto extraído de: http://www.valor.com.br/empresas/4293504/hering-enfrenta-queda-nas-vendas-mas-lucro-cresce-38-no-trimestre