21 novBurger King abre loja conceito e planeja mil PDVs até 2016

Escrito por Bruno Garcia, do Mundo do Marketing

Burger King chegou ao Brasil em 2008 com a abertura da primeira loja em um shopping do Rio de Janeiro e hoje conta com 240 pontos espalhados em mais de 80 cidades

O Burger King inaugurou, no Rio de Janeiro, a primeira loja conceito da marca no Brasil. O espaço de 650 m² está localizado na Avenida Rio Branco, centro da cidade, e conta com três pisos e mais de 150 lugares. Com foco na criação de novas lojas e na expansão para regiões onde possui uma presença pequena, a marca quer chegar a mil pontos de venda até 2016. Para atingir esta meta, o grande trunfo é focar suas ações de marketing na criação de uma experiência diferenciada para o consumidor que visita os restaurantes.

A loja conceito possui amplo espaço e investiu na comunicação visual para transmitir os valores da empresa, ressaltando as qualidades do produto e o seu modo de preparo. A ideia é oferecer um local para que o consumidor possa comer com tranquilidade, promover encontros com os amigos e ter um bom momento. A empresa também está investindo em treinamento dos colaboradores para oferecer um atendimento diferenciado.

O Burger King chegou ao Brasil em 2008 com a abertura da primeira loja em um shopping do Rio de Janeiro e hoje conta com 240 pontos espalhados em mais de 80 cidades. A meta de mil restaurantes em quatro anos não parece assustar o principal executivo da companhia, que vê o mercado de alimentação como um dos mais aquecidos. “O segmento está crescendo muito. Em breve chegaremos ao mesmo nível que nos Estados Unidos: lá temos 40% de alimentação fora do lar. Aqui temos 33%. Alguns analistas dizem que chegaremos ao mesmo patamar que os americanos até 2020. Há um espaço de crescimento natural”, explica Iuri Miranda, Presidente do Burger King Brasil.

Branding para criar um fast food diferenciado

A criação de lojas conceito faz parte da estratégia do Burger King para reforçar sua marca e separar-se da concorrência. A empresa lançará ao todo três espaços conceito ainda sem local e data definidos, enquanto as demais lojas seguirão o modelo tradicional. Ainda assim, todas as inovações aplicadas nos espaços conceito migrarão também para os outos pontos de venda. “Quando fazemos um restaurante como este, a proposta é oferecer um momento agradável. Somos fast food, mas isso não significa que a experiência não possa ser agradável”, afirma Iuri Miranda.

O modo de preparo do hambúrguer unido à possibilidade de personalização do sanduíche no balcão são apontados como os pontos que mais agradam o cliente brasileiro. “Um comentário que ouvimos com frequência dos consumidores é que os nossos pratos têm sabor de comida de verdade. E é isso que buscamos enfatizar, mudando o conceito do fast food. Queremos que as pessoas comam aqui e tenham um bom momento”, diz Ariel Grunkraut, Diretor de Marketing do Burger King, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Como a marca ainda não está presente nas regiões Norte e Centro-Oeste, há um cuidado no planejamento de Marketing para que novas lojas não sejam abertas onde o nome da empresa ainda não ganhou força e relevância. “O crescimento da marca tem que seguir a mesma velocidade da expansão das lojas no Brasil. Não podemos correr o risco de abrir restaurantes em uma região onde o Burger King não é tão conhecido. O ideal é que o crescimento do conhecimento da marca aconteça em paralelo com a expansão física dos PDVs. É o que fizemos aqui no Rio. O investimento no Rio de Janeiro foi de R$ 50 milhões desde o ano passado e agora lançamos esta loja”, completa Ariel Grunkraut.

Novidades para atrair novos clientes

A empresa não revela seus números de faturamento ou de investimento em Marketing, mas afirma que os resultados vêm sendo satisfatórios. A ampliação do cardápio no próximo ano não está descartada, embora a organização não revele qualquer novidade para 2013. “Não posso falar sobre as novidades. Mas posso dizer que o mercado de fast food exige inovação sempre. Por mais que o consumidor goste de comer sempre sua comida predileta, é um setor muito dinâmico. Neste ano lançamos uma série de produtos, como uma nova linha de sobremesas, um sanduíche de peixe, entre outros”, conta o diretor de marketing.

A promoção chamada de “Preços Irresistíveis” também ajudou a atrair as pessoas, fazendo com que elas experimentassem os sanduíches da marca pela primeira vez. Lançada há cerca de um mês, a plataforma oferece lanches específicos a um preço bem mais baixo que o convencional. Outro benefício exclusivo da rede é o free refill: durante 30 minutos, o consumidor pode preencher seu copo de refrigerante quantas vezes quiser. “Com isso, atraimos as pessoas em períodos como o final do mês, onde a maioria não está com muito dinheiro no bolso. E atraimos também os jovens, que representam um target importante para a marca. O resultado tem sido muito bom”, explica Ariel Grunkraut.

Texto extraído http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/burger-king-abre-loja-conceito-e-planeja-mil-pdvs-ate-2016?page=1