31 marCheesecake Factory possui uma das redes de restaurante mais rentáveis

A Cheesecake Factory anda a todo o vapor.

A marca possui o melhor fluxo no setor de alimentação casual, de acordo com recente pesquisa feita pela Morgan Stanley.

E os restaurantes são incrivelmente lucrativos: a média de venda de uma unidade da Cheesecake Factory, no ano, é de US$10,5 milhões, estando entre um dos maiores volumes da indústria.

cheesecake factory

Abaixo encontram-se algumas razões para o sucesso da empresa:

1 – Plano de expansão criterioso

A Cheesecake Factory tem 177 unidades, e pretende expander para 300. Mas a companhia é muito seletiva a respeito da localização de suas unidades, performando extensas pesquisas para encontrar o local perfeito.

“O número de unidades abertas no ano é gerenciado pela disponibilidade de locais premium, não pela capital ou infraestrutura”, diz David Overton, CEO da empresa.

Ser cuidadosa quanto às expansões tem auxiliado a marca a alcançar o sucesso.

2 – Qualidade

Praticamente toda produção da Cheesecake Factory é feita a partir do zero.

“Nada era baseado na produção em massa”, escreveu Atul Gawande para o The New Yorker. “Minhas beterrabas estavam crocantes e frescas, o humus estava cremoso, o salmão parecia manteiga na minha boca. Não há dúvidas de que tudo o que pedimos foi feito da melhor forma possível”.

A alta qualidade da comida faz com que consumidores exigentes sempre retornem ao local.

A única coisa que não é feita “em casa” é o cheesecake, que é feito numa fábrica na Califórnia.

3 – Aparência dos pratos

RTR40PN3

A Cheesecake Factory usa seu apelo para as famílias porque lá há opções para todas as pessoas.

The New Yorker ressaltou o vasto menu da companhia, que incluía frutos do mar, massas, hambúrgueres, e mais, apelava para um público amplo.

A marca sabe o que os clientes querem e sabe como fazê-los felizes.

4 – Unidades pequenas

A cozinha da Cheesecake é feita como uma “unidade de fabricação”, aponta o The New Yorker. Alimentos como legumes, carne e temperos são pré-preparados, e os pratos principais são feitos pelos cozinheiros.

O sistema permite que a marca entregue comida fresca e realize o atendimento de forma mais rápida.

Texto traduzido do original presente no Business Insider.