26 janComo criar incríveis experiências de compra utilizando dados

Durante sua Keynote Session na NRF2017, Brian Krzanich, CEO da Intel, fez mais do que apenas falar sobre transformação, avanços e uso criativo de tecnologia no varejo. A sessão também incluiu inúmeras demonstrações ao vivo de soluções que já estão disponíveis atualmente.

Brian Krzanich, CEo da Intel (National Retail Federation)

A forma de unificá-los? Estratégias diversas e uso de dados, agora permitindo ideias e habilidades preditivas que não eram imaginadas no passado.

“Nós acreditamos que os dados se tornaram uma das mais importantes forças em toda a tecnologia”, Krzanich disse durante sua keynote session “Transformando o Varejo: Como Dados e Inteligência, Tecnologia Conectada Entregam Incríveis Experiências de Consumo”.

Os dados são “óleo novo”, ele disse, com toda a capacidade de mudar o mundo.

“Você ficaria impressionado com o que pode ser previsto”, disse. “A questão é: o quão grande são os dados definidos, e quão preciso você quer que sejam?”.

Os dados estão transformando toda a indústria, mas Krzanich acredita que isto irá impactar o varejo de três formas específicas: reinventando a experiência dentro das lojas, utilizando o poder de análise de dados e então criando o que a Intel chama de “loja do futuro”.

Muitos fatores estão envolvidos em termos de experiências de consumo memoráveis. Mas da visão de uma empresa tecnológica, os verdadeiros questionamentos estão em como o consumidor pode ter mais controle, e como o varejista pode receber mais dados e informações. A Realidade Virtual pode ajudar com isso; a sessão incluiu uma demonstração de como a chinesa Alibabá proporcionou uma experiência em 3D nos smartphones dos consumidores que se dirigiam às lojas de Nova Iorque. A experiência de realidade virtual durou 11 dias, com aumento de mais de 8 milhões de usuários.

Outras demonstrações apresentaram o uso da realidade virtual para configuração de lojas e planogramas (incluindo mapas de calor e sobreposições de dados), assim como compras em uma versão virtual da casa do consumidor.

“Você pode ver como seu consumidor pode ter uma experiência diferente na loja, e coletará dados sobre o que eles estão procurando”, disse Krzanich. “Quais estilos eles gostam. Que cores estão procurando. O que é interessante para eles. O que eles estão adicionando ao carrinho de compras mas desistindo no final do dia e não finalizando a compra. Todo dado é válido”.

É semelhante à percepção coletada durante uma experiência de compra online, mas agora na própria loja física. “Você pode imaginar as possibilidades seguindo adiante”.

Tally, a solução autônoma de auditoria e análises da Simbe Robotics, também foi apresentado. O robô ainda está em fase de testes com os varejistas, mas estará disponível em breve.

Em termos de depósitos, a sessão incluiu uma demonstração dos óculos inteligentes da Recon Jet Pro, que são óculos conectados que proporcionam auxílio sem o uso das mãos, aumentando a eficácia e velocidade. Também houve uma apresentação destacando o uso responsivo de provadores numa loja pop-up. Lá, os sensores identificavam os itens que os consumidores levavam para experimentar, gerando associações para estabelecer conversas mais dinâmicas com eles.

Krzanich finalizou a sessão dizendo que, nos próximos cinco anos, a Intel vai investir US$100 milhões na indústria de varejo através da sua Plataforma Responsiva de Varejo Intel: “Nós estamos ansiosos para ver essa plataforma crescer e expandir”, ele disse. “Acreditamos que os varejistas estão à beira da transformação, e nunca foi tão excitante estar no varejo”.

Texto traduzido do original: https://nrf.com/news/driving-amazing-customer-experiences-through-data