18 dezConfira as marcas brasileiras que mais se valorizaram em 2013

Escrito por Mirela Portugal, da Exame.com

1.1 - hering

A Hering foi a marca brasileira com maior valorização em 2013, com salto de 58% e avaliação de R$ 616 milhões. Os dados são do relatório anual da consultoria de branding Interbrand.

A lista prossegue com Casas Bahia, que, à bordo de um orçamento publicitário de R$ 1,59 bilhão, assistiu sua marca crescer 42% em valor ao longo do ano, para R$ 993 milhões. Os dez primeiros lugares trazem marcas de setores estratégicos, como tecnologia, telecomunicações, varejo e cerveja. Confira a lista completa:

1 – Hering

1 - hering

Variação: 58%
Valor de marca: R$ 616 milhões
Pelo segundo ano consecutivo, a Hering foi destaque como o maior salto do ranking – expressivos 58%. Segundo a consultoria, a performance reflete a versatilidade da empresa, que continua transitando entre classes sociais, faixas etárias e sexos. Há 130 anos no mercado, a marca equilibra uma identidade nacional bem definida, a identificação com o conforto e reinvenção constante.

2 – Casas Bahia

2 - casas bahia

Variação: 42%
Valor de marca: R$ 993 milhões
O salto reflete o investimento de R$ 1,59 bilhão em propaganda, que deu à marca o posto de segundo maior anunciante do país em 2013, destaca a Interbrand. A empresa ainda investiu na expansão de suas operações nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, com a expectativa de 25 inaugurações até o fim do ano.

3 – Brahma

3 - brahma

Variação: 42%
Valor de marca: R$ 7,2 bilhões
A Brahma mantém a força de seu posicionamento baseada na relação do povo brasileiro com suas grandes paixões, dentre elas, o carnaval e o futebol. Os analistas destacam também os investimentos em campanhas e comunicações com foco no esporte que cresceram durante o ano, como o exemplo do tema “Imagina na Copa”.

4 – Cielo

4 - cielo

Variação: 35%
Valor de marca: R$ 1,17 bilhão
Com 55% de participação de mercado no crescente segmento dos meios de pagamento, a Cielo destacou-se ao direcionar mais de R$ 350 milhões ao desenvolvimento de novas tecnologias e serviços, ressalta a Interbrand. “As recentes parcerias e os investimentos em mobile payment fortalecem a organização em um mercado cada vez mais sensível a inovações”, resumem os analistas.

5 – Antarctica

5 - antarctica

Variação: 29%
Valor de marca: R$ 3,134 bilhão
Tradição continua sendo o principal atributo trabalhado pela marca, que mantém o slogan “Boa é Antarctica, a cerveja da diretoria”. O conceito é trabalhado de forma consistente em todos os principais pontos de contato da marca: botecos, rodas de samba, eventos e festas da cultura brasileira. Pelo segundo ano consecutivo, a empresa foi a patrocinadora oficial do carnaval de rua do Rio.

6 – Totvs

6 - totvs

Variação: 29%
Valor de marca: R$ 382 milhões
Única do setor de tecnologia a estar entre as 25 mais valiosas do Brasil, a Totvs destacou-se pelo seu investimento em novas tecnologias, com 13,5% de seu orçamento destinado à pesquisa e desenvolvimento, ressalta a Interbrand. Um dos diferenciais competitivos da marca é seu modelo misto de distribuição, composto por representantes próprios e franqueados.

7 – Ponto Frio

7 - ponto frio

Variação: 28%
Valor de marca: R$ 346 milhões
O Ponto Frio chama atenção por sua grande atuação no Facebook e no Twitter, que, juntos, conseguiram impulsionar vendas superiores a R$ 20 milhões em 2012. O pinguim, personagem da empresa, é quem dá o tom da comunicação, e ajuda a marca em sua meta de reposicionar-se e dialogar melhor com as classes A e B.

8 – Vivo

8 - vivo

Variação: 24%
Valor de marca: R$ 2,6 bilhões
Em 2013, a Vivo seguiu construindo valor em cima do conceito de multiconexão. A liderança destacada nos segmentos mais rentáveis (celular pós-pago, placas de dados móveis e voz fixa para corporações) e a criação de soluções inovadoras foram parte dos fatores que tornaram a marca mais presente e relevante no dia a dia dos brasileiros.

9 – Havaianas

9 - havaianas

Variação: 23%
Valor de marca: R$ 375 milhões
A escolha por um estilo irreverente e bem humorado tornaram a marca uma representação da cultura do Brasil, além de referência de sua moda. Seus valores geram identificação e desejo em escala global – a empresa tem 91% de reconhecimento na Austrália e 55% na Europa, destacam os analistas. Outra decisão acertada a foi a diversificação do portfólio, que oferece, além de sandálias, tênis, bolsas e até toalhas.

10 – Oi

10 - oi

Variação: 19%
Valor de marca: R$ 699 milhões
Depois de um período difícil para as teles, em 2013 a Oi recuperou parte do prestígio junto a consumidores, afirmam os analistas. O salto é fruto da melhora nos seus resultados operacionais e de investimentos certeiros em comunicação e em uma “cultura interna mais forte e dedicada aos consumidores”, segundo o relatório. A má notícia foi o enorme endividamento necessário para fazer os devidos investimentos.

Texto extraído de: http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/as-marcas-brasileiras-que-mais-se-valorizaram-em-2013?p=2#1