20 junDunkin’ Donuts reinicia atuação no mercado brasileiro

Escrito por Rômulo Madureira, do Portal No Varejo

0725_dunkindonuts_630x420

Empresa saiu do mercado brasileiro em 2005 e agora reinicia atuação na região Centro-Oeste

Em 2005, a Dunkin’ Donuts tinha mais de 60 cafeterias espalhadas pelo Brasil. No entanto, a impressão que ficou na época é que os donuts não teriam conquistado a afeição dos brasileiros como nos Estados Unidos, em que os clientes são fanáticos pelo doce. Em sua primeira entrada, a empresa oferecia um mix restrito de produtos.

Os negócios não iam bem e a rede decidiu fechar todas as unidades e sair do País. Os franqueados da marca continuaram no ramo e iniciaram a rede Café Donuts, que oferece produtos similares e pertence à holding Brasil Franchising. Agora a Dunkin’ resolveu voltar ao Brasil e assinou acordo de licenciamento com o OHL Group. Com nova estratégia, planeja abrir 65 unidades, todas em Goiás e no Distrito Federal.

O vice-presidente de Desenvolvimento Internacional da Dunkin’ Donuts, Jeremy Vitaro, disse que a empresa aprendeu muito com o fracasso no varejo brasileiro. “Desde que saímos do Brasil, reforçamos nossa estratégia de diversas maneiras, incluindo aspectos relacionados à seleção de parceiros, design de loja e escolha de pontos comerciais”.

A empresa não comenta, mas a hipótese é de que a franquia não tenha tido grande sucesso em sua primeira investida no Brasil por oferecer um único produto. De qualquer forma, o planejamento estratégico parece ter detectado essa falha e dessa vez reforçou o mix de produtos.

”Ampliamos o foco do cardápio em bebidas e lanches. Sempre que chegamos a um novo mercado, oferecemos uma linha de produtos do menu básico, bebidas à base de espresso, donuts e sanduíches, ao lado de itens regionais que se identificam com as características locais”, conta o executivo.

Segundo Vitaro, a Dunkin’ Donuts saiu do Brasil naquele momento por não ter a infraestrutura regional necessária para crescer e ampliar as operações no País. Agora a rede procura franqueados qualificados para abrir lojas ao redor do País.

Perfil do franqueado

E a franqueadora é exigente para escolher seus parceiros. Os candidatos que se encaixarão na ideologia da Dunkin’ devem ter experiência financeira, conhecimento dos consumidores locais, histórico de sucesso no setor de restaurantes e a disposição de desenvolver pelo menos 20 a 25 restaurantes Dunkin’ Donuts no mercado nos próximos anos. No entanto, a franqueadora assume o compromisso de apoiar os empreendedores, com ações de marketing, treinamento, orientação nas operações de loja e compartilhamento de práticas internacionais.

Atualmente, a rede tem mais de 300 lojas na América Latina. No mundo todo, são 11.000. O maior concorrente da empresa é a Starbucks. Há muitos anos, as duas marcas concorrem no mercado dos Estados Unidos pelo café da manhã dos norte-americanos. Neste mês, as duas empresas lançaram novos lanches quentes e começaram um movimento para atrair os consumidores também na hora do almoço.

Texto extraído de: http://www.portalnovarejo.com.br/index.php/component/k2/item/8623-dunkin-donuts-tenta-de-novo-no-brasil