18 fevEsmalteria Nacional quer chegar a 400 unidades neste ano

Escrito pro Sara Abdo, do DCI

Considerada como a maior rede de franquias de salão especializado em manicure e pedicure do mundo, a Esmalteria Nacional, há pouco mais de um ano no franchising, já contabiliza mais de 210 contratos

Considerada como a maior rede de franquias de salão especializado em manicure e pedicure do mundo, a Esmalteria Nacional, há pouco mais de um ano no franchising, já contabiliza mais de 210 contratos

Considerada como a maior rede de franquias de salão especializado em manicure e pedicure do mundo, a Esmalteria Nacional, há pouco mais de um ano no franchising, já contabiliza mais de 210 contratos. Este ano, a meta é alcançar mais de 400 franquias. A empresa é dirigida por Gustavo Andare e a marca faz parte da holding Andare Participações.

A rede é mais uma na onda de empresas de “nail art”, conceito de salões de unha que se espalham pelo Brasil. Tais estabelecimentos diferenciam-se dos salões de beleza devido a especialização, além da oferta de serviços agregados como happy hours, coquetéis e cafés, dentre outros. Também são exemplos de empresas neste segmento as bandeiras Esmalteria Curitiba, Color Nail – Esmalteria Café, Oficina das Mãos e Cosmopolish.

Para o diretor da Esmalteria Nacional, Gustavo Andare, o sucesso da marca deve-se justamente à boa recepção do público em relação ao serviço e ao formato da franquia. A novidade em 2014, ao que tudo indica, será um serviço móvel, ou seja, dentro de uma limousine. Andare também adianta que outras novidades estão em desenvolvimento.

A acelerada expansão do player também está ligada ao cenário do franchising no País, que já ocupa a terceira posição no ranking mundial em número de marcas no formato. De todas as redes atuantes no país, 93% são nacionais. O setor de beleza está entre os cinco do segmento que mais cresceu nos últimos anos.

O investimento precisa ser, em média, de R$ 40 mil. O valor inclui taxa de franquia, custo de instalação e os primeiros equipamentos. Estima-se que depois de até um ano o investimento é recuperado. Isso torna-se possível porque o serviço oferecido tem alto custo e público direcionado.

Se um “nail bar” ocupar um espaço de 40 mil metros quadrados, a estimativa é que após um ano de operações o faturamento médio mensal seja de R$ 30 mil.

Texto extraído de: http://www.dci.com.br/comercio/rede-esmalteria-nacional-quer-chegar-a-400-unidades-id384596.html