06 junEUA terá redução de até 22% no número de shopping centers até 2022

Por Mariana Lima, do Portal NO Varejo

A popularização do e-commerce e das lojas localizadas fora dos shopping centers devem aumentar o declínio dos centros de compras nos próximos cinco anos

Entre 20 e 25% dos shopping centers em funcionamento hoje nos Estados Unidos devem fechar as portas até 2022. A estimativa é do Credit Suisse e leva em consideração os 1,1 mil centros de compras do país. A informação foi divulgada no inicio do mês pelo site americano Business Insider.

Segundo a reportagem, a queda brusca em menos de cinco anos acontecerá devido ao forte crescimento do comércio digital, o fechamento das lojas físicas e a popularização de lojas localizadas fora dos shopping centers.

Histórico

O declínio do tráfego e vendas nos shopping centers norte-americanos tem crescido nos últimos anos, mas se tornou evidente para o mercado durante as principais datas do varejo no ano passado.

Entre novembro e dezembro de 2016, as vendas nas lojas de departamento caíram 7% a.a. Para especialistas, o indicador é importante porque esse tipo de loja é considerado a principal p%orta de entrada do consumidor nos shopping centers nos Estados Unidos.

Em compensação, no mesmo período a venda por e-commerce e em lojas fora de shopping centers aumentou 13% em relação ao ano anterior.

Outro importante termômetro do mercado é a Black Friday, dia mais importante para vendas do varejo norte-americano. No ano passado, 109 milhões de pessoas compraram pela internet contra 99 milhões que ainda preferiram ir a uma loja física.

Futuro

Ainda segundo a reportagem, uma alternativa para ocupar os espaços vazios no shopping deve vir do próprio e-commerce.

Um relatório da Fitch Ratings estima que o local seja usado para facilitar o atendimento logístico de clientes que optaram pelas vendas digitais.

Texto extraído de: http://www.portalnovarejo.com.br/2017/06/05/shopping-centers-us/