06 fevFranquia de relógios foca no Nordeste para realizar expansão

Escrito por Adriano Lira, da Revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios

touch

Os avanços tecnológicos fazem com que vários mercados desapareçam – e alguns se reinventem. Um dos setores que poderia ter sumido do mapa é o de relógios. Raciocine: com um smartphone no nosso bolso, temos um dispositivo com centenas de funções, e mostrar as horas é uma delas. Então, para que comprar um relógio de pulso? Simples: basta pensar que o aparelho também é um componente importante no visual de muita gente. A opinião é do Grupo Technos, tradicional fabricante de relógios. Uma das 18 marcas da empresa é a Touch, cujos produtos são vendidos exclusivamente nas franquias da rede.

A Touch foi criada em 2009. Três anos depois de lançada, a marca foi adquirida pela Technos. Hoje, tem 61 unidades espalhadas pelo país. “Estamos em todas as capitais, contudo, nos concentramos no Nordeste do país”, afirma Renato Rocha, gerente de varejo do Grupo Technos e também responsável pela Touch.

Segundo Rocha, o público-alvo da loja são jovens com idade entre 20 e 35 anos. “Nossos produtos são voltados para homens e mulheres que gostam dos relógios como acessórios. Muitos deles, inclusive, têm mais de um modelo, exatamente para complementar o visual.” Os preços dos modelos variam entre R$ 149 e R$ 249.

Há seis meses, as unidades da Touch começaram a vender, também, óculos de sol. “Percebemos que a mesma pessoa que comprava os relógios também se interessava por modelos de óculos. Por isso, aumentamos nosso portfólio”, diz Rocha.

A Touch tem unidades com formatos de loja e quiosque. O diretor da Technos diz que a franqueadora não tem preferência por um determinado modelo – a escolha por um ou outro é motivada pelo ponto comercial e pelo perfil financeiro do franqueado. Rocha ainda afirma que o ideal é que as operações fiquem em shoppings, mas o crescimento em outros locais, como na rua e em supermercados, é estratégico.

Rocha diz que, pelo fato de o Grupo Technos ser uma empresa registrada em Bolsa, qualquer informação sobre planos de expansão é confidencial. Ele revela, entretanto, que o foco da Touch está no Nordeste. “A região é a que mais cresce no país e ainda tem um enorme potencial.”

O investimento mais baixo de uma franquia da Touch é o formato de quiosque. Uma unidade completa custa a partir de R$ 65 mil. A franqueadora também sugere que o empreendedor tenha um capital adicional considerável, a ser usado como capital de giro: R$ 60 mil.

Texto extraído de: http://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2015/02/franquia-de-relogios-foca-no-nordeste-para-expandir-negocios.html