05 dezGrupo VF planeja abertura de lojas próprias da Vans no Brasil

Por Cibelle Bouças, do Valor Econômico

A VF Corporation, gestora americana dona de marcas como Lee, Timberland e Wrangler, pretende abrir 14 lojas no Brasil com a marca Vans, nos próximos dois anos. O valor investido no projeto é mantido em sigilo pela companhia.

Em visita ao Brasil, Doug Palladini, presidente global da marca Vans, disse que pretende abrir “algumas lojas em locais-chave” em São Paulo e em outras capitais brasileiras. “Neste momento, as lojas serão próprias. No futuro, dependendo do desempenho, a companhia poderá buscar parceiros para lojas de franquia”, disse Palladini.

Principal marca da VF Corporation, a Vans vende roupas e calçados de estilo esportivo. Foi fundada em 1966 na Califórnia, nos Estados Unidos, e por muitos anos foi reconhecida pelos tênis feitos para skatistas. Atualmente, é consumida como moda urbana, principalmente pelo público mais jovem (abaixo de 35 anos).

Globalmente, opera com 585 lojas monomarca e comércio eletrônico em 18 países. No Brasil, seus produtos estão disponíveis em varejistas multimarcas e em um site próprio. Palladini disse que vai trabalhar com um portfólio diferente de itens nas lojas próprias, de forma a não canibalizar as vendas das redes multimarcas.

“As lojas da marca, juntamente com a promoção de eventos, contribuem para criar uma conexão mais estreita com os consumidores”, afirmou Palladini. “Nos últimos dois anos, a companhia fez um grande trabalho nesse sentido. Crescemos exponencialmente”. A Vans começou a ser vendida no Brasil em 1998, por meio de distribuidores. Em 2016, a VF deu início à operação direta. Em 2016, o crescimento em volume de vendas chegou a 230% em comparação ao ano anterior. Para 2017, a expectativa é avançar 62%.

“Estou muito encorajado pelos resultados no Brasil. Acredito que a cultura da marca combina com a cultura urbana do país. Vejo uma tremenda oportunidade para expansão da marca nos próximos anos”, afirmou Palladini. Ele citou como fatores positivos a melhora no ambiente macroeconômico brasileiro e a inclusão do skate nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. “O Brasil tem grandes atletas no skate. Esse esporte deve ganhar projeção nos próximos anos, o que acaba favorecendo nossa marca”.

Nos primeiros nove meses de 2017, a VF Corporation reportou receita líquida de US$8,4 bilhões, o que representou um avanço de 2% sobre o mesmo período de 2016. As vendas nas Américas, fora dos Estados Unidos, cresceram 8%. As vendas diretas ao consumidor aumentaram 18% em lojas físicas e 38% no comércio eletrônico. Entre as marcas, as vendas da Vans aumentaram 14% nesse mesmo intervalo no mundo.

Para o ano, a VF Corporation prevê um aumento de 6% na receita global. O lucro líquido do grupo encolheu 13% no acumulado de janeiro a setembro, para US$705,2 milhões. A queda foi associada a perdas com variação cambial e a despesas com a aquisição da marca Williamson-Dickie, anunciada em agosto.

No Brasil, a VF Corporation também opera diretamente a marca Timberland desde janeiro deste ano. A companhia conta com 13 lojas no país e tem como meta chegar a 65 unidades da Timberland até 2020. A VF Corporation possui escritório em São Paulo e empresa 150 pessoas no Brasil, sendo 26 dedicadas apenas à Vans.

Texto extraído de: http://www.valor.com.br/empresas/5216177/grupo-vf-vai-abrir-lojas-proprias-da-vans-no-brasil