25 outHering, Renner e Grendene veem lucro crescer

Escrito por Felipe Moreno, da InfoMoney

Empresas de varejo divulgam balanços nesta quinta-feira

Empresas de varejo divulgam balanços nesta quinta-feira

A Hering (HGTX3) viu seu lucro líquido marcar a cifra de R$58,26 milhões entre julho e setembro deste ano- uma alta de 6,7% em comparação com o 3º trimestre do ano passado. Em relatório de resultados enviado ao mercado nesta quinta-feira (24), a companhia também mostrou um crescimento de 11,4% na receita do mesmo comparativo, registrando o patamar de R$361,04 milhões. O Ebitda (Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no trimestre deste ano foi de R$82,46 milhões, uma alta de 10,8%.

No entanto, vale destacar que, apesar de as vendas totais de toda a rede Hering terem crescido 8,1% nos últimos 3 meses, a companhia apresentou uma queda de 2,4% no conceito “mesmas lojas”. A ligeira baixa das margens líquida e Ebitda também chama a atenção. A primeira teve variação negativa de 0,8 ponto percentual, marcando 16,1%, enquanto a segunda registrou 22,8%, uma baixa de 0,2 ponto percentual. “O trimestre iniciou com bom desempenho de vendas no mês de julho, em função do Rapa de Inverno, mas a melhora não se manteve nos meses subsequentes”, afirma a companhia no relatório.

A varejistas destacou ainda o desempenho do segmento voltado para o público infantil – a Hering Kids -, que seguiu com o maior crescimento dentre as marcas: 36,5% no 3º trimestre deste ano. “Os destaques de venda foram os bottoms (calças e shorts), além do crescimento da linha bebê”, explica a empresa.

Apesar disso, o cenário, na perspectiva da Hering, deve se manter desafiador. Vale mencionar a forte redução no caixa disponível da empresa. O caixa deduzido das aplicações financeiras caiu 29,76% no último trimestre, ficando em R$229,54 milhões. Porém, a cmopanhia se mantém otimista. “As recentes mudanças em nossa estrutura organizacional serão fundamentais para o crescimento da companhia no médio e longo prazo”, concluiu a Hering no relatório.

Lucro da Renner cresce

renner

A Lojas Renner (LREN3) reportou seus resultados do terceiro trimestre com um lucro líquido de R$71,6 milhões, o que representa uma alta de 4,6% ante o valor obtido um ano antes de R$68,5 milhões. Enquanto isso, a receita líquida das vendas de mercadorias da companhia atingiu R$906,9 milhões, ficando 12,95% acima do registrado no terceiro trimestre de 2012.

Segundo o relatório da companhia, o desempenho da receita se deve à performance de vendas similar ao início do ano, mas com destaque para a elevada venda de artigos de inverno, estimulado pelas promoções. Além disso, o dia dos pais também representou um bom desempenho, enquanto o mês de setembro, com a alta da temperatura, refletiu uma assertividade da nova coleção da empresa.

Enquanto isso, as vendas em mesmas lojas ficou em 5,8%, ante um resultado de 13,2% um ano antes. Segundo a Renner, a base de comparação já era muito forte em 2012, e esse crescimetno do terceiro trimestre “reflete o bom desempenho dos meses de julho e agosto, bem como os efeitos positivos das mudanças no mix de produtos que estão sendo implementadas na Camicado”.

Entre julho e setembro, o Ebitda ajustado atingiu R$109,6 milhões, com a Margem Ebitda registrando 12,1%. De acordo com comunicado da companhia, esse resultado foi beneficiado pela desoneração da folha de pagamento, em R$3,3 milhões.

Grendene tem lucro de R$122,1 milhões

grendenne

A Grendene (GRND3) fechou o terceiro trimestre de 2013 com um lucro líquido de R$122,1 milhões, ficando 2,2% acima dos R$119,4 milhões registrados um ano antes. Enquanto isso, a comapnhia viu sua receita líquida avançar 20,5% e passar de R$496,5 milhões para R$598,2 milhões. Enquanto isso, as despesas operacionais ficaram com um saldo negativo de R$166,6 milhões, valor 17,1% acima do apresentado no terceiro trimestre de 2012.

A empresa destaca seu crescimento em todas as linhas do resultado, mesmo com diversas dificuldades no trimestre. “Considerando as elevadas bases de comparação e o momento econômico no mercado interno foi um bom resultado”, afirmou a companhia no relatório.

Os fatores adversos, somados ao aumento dos preços de matéria prima, além do início da produção de uma nova fábrica, foram apontados como fatores para a redução das margens da Grendene na comparação atual.

Entre os destaques apontados pela companhia, ficou o recorde de produção e faturamento entre julho e setembro, ultrapassando a marca de 54,1 milhões de pares. Além disso, a Grendene ficou com a liderença nas exportações de calçados brasileiros, com 38,6% dos calçados nacionais exportados no período.

Texto extraído de: http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/3023685/hering-renner-grendene-veem-lucro-crescer-veja-resultados-desta-noite

 

Post marcado com , , , , ,