10 junÍndice de consumidores no varejo apresenta alta de 3,5% em maio

Via Dino Online

ICV

O mês de maio registrou a segunda alta consecutiva de 2016, com aumento de mais de 3,5% em relação ao mês de abril (o qual havia registrado alta de 0,3% em relação ao mês anterior), entretanto a alta foi menor que o registrado no ano anterior quando no mesmo período o crescimento foi de 6,8%. O apontamento é do ICV 30 (Índice de Consumidores no Varejo), divulgado pela Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de fluxo de clientes em pontos de venda.

O estudo mostra que a curva de flutuação de 2016 permanece similar a registrada em 2015, o que demonstra possível alta de fluxo em maio, assim como o ocorrido em 2015.

Comparativo trimestral e recuperação da região Sul

Após o encerramento do primeiro trimestre de 2016 com queda de 5% em relação a 2015, o segundo trimestre, considerando os meses de abril e maio de 2016 registra redução de 5,4% em relação aos mesmo meses de 2015.

No recorte regional, o ponto positivo fica para a equiparação de fluxo dos cinco primeiros meses de 2016 em comparação a 2015 na região sul do pais. Todas as demais regiões do país apresentam resultados negativos, como abaixo:

ACUMULADO 2015 X 2016 POR REGIÃO
CENTRO OESTE: -9,4%
NORDESTE: – 4,9%
NORTE: -1,6%
SUDESTE: -6,1%
SUL: 0,2%

De acordo com Samuel Macedo, gerente de indicadores da Virtual Gate, os próximos meses merecem cautela: “Historicamente, o Dia das Mães é responsável pelo maior pico de fluxo no primeiro semestre. Mesmo com a proximidade do Dia dos Namorados é possível que a sequência dos resultados dos próximos meses seja menor do que o registrado até agora”, destaca.

Na opinião de Heloísa Cranchi, diretora geral da Virtual Gate, os próximos passos da economia e política é que vão ditar os próximos resultados do varejo. “Há uma demanda reprimida em boa parte dos setores, mas há um cenário atual desfavorável ao consumo, com inflação, juros e desemprego ainda em alta. Bons serviços, criatividade e principalmente boas ofertas ainda são grandes recursos para se reconquistar o consumidor”.

O ICV 30 (Índice de Consumidores do Varejo Mensal) foi desenvolvido para medir o desempenho do fluxo de clientes/consumidores durante o mês que antecede sua divulgação. O cálculo foi realizado a partir da variação percentual do fluxo médio diário de cada mês das lojas comparáveis. Na base analisada constam mais de 1200 pontos de medições (lojas). A análise adota a Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE, na sua versão mais atual.

Texto extraído de: http://exame.abril.com.br/negocios/dino/noticias/indice-de-consumidores-no-varejo-icv-apresenta-alta-de-35-no-mes-de-maio.shtml

Post marcado com , , ,