19 agoLowe’s, varejista americana, demonstra interesse no Brasil

Escrito por Rômulo Madeira, do Portal NO Varejo

lowe's

Atraída pelo aumento do potencial de consumo brasileiro e, principalmente do crescente número de pessoas que conseguiram adquirir a casa própria, a Lowe’s, segunda maior varejista de materiais de construção dos Estados Unidos, está buscando aquisições no Brasil.

De acordo com a agência Bloomberg, duas pessoas que pediram para não ser identificadas informaram que a varejista está trabalhando com o grupo Goldman Sachs para adquirir empresas brasileiras. Por enquanto, estão na mira da Lowe’s a BR Home Centers – dona da Tend Tudo e da Casa Show – e a Balaroti, de Curitiba.

A Lowe’s é uma empresa de capital aberto desde 1961. Suas vendas no ano passado ultrapassaram os US$ 53 bilhões, com lucro líquido de US$ 2,3 bilhões. Opera 1.830 lojas nos Estados Unidos, Canadá e México, com potencial de atendimento de 15 milhões de clientes por semana e 260 mil funcionários.

Mesmo com a desaceleração econômica no cenário do Brasil, o fato de 100 milhões de brasileiros terem entrado na classe média nos últimos anos faz o setor de materiais de construção parecer bastante atraente, muito incentivado pelo programa governamental Minha Casa, Minha Vida, que já entregou mais de um milhão de residências no País.

Além de promissor, o setor no Brasil é bastante pulverizado. Para se ter uma ideia, a participação dos cinco maiores operadores é de 11%. No setor de alimentos, por exemplo, esse número é de 50%. Mesmo assim, há espaço para todo mundo, desde os operadores internacionais até o pequeno varejista. Por ser um mercado relativamente imaturo ainda, a tendência para os próximos anos é que aumente a concentração nas mãos de grandes empresas.

Bio

A BR Home Centers foi formada pelas redes TendTudo e Casa Show em 2010. É uma das cinco maiores empresas de seu segmento no Brasil, com 21 lojas em oito Estados, além de sete Centros de Distribuição e faturamento acima de R$ 900 milhões por ano. O controle é dividido pelo fundo de investimento Leblon Equities e a família Moraes, que começou com a empresa. Em março desse ano, as partes decidiram vender a BR Home Centers e contrataram o banco Rothschild para coordenar este processo.

Com o mesmo número de lojas da BR Home Centers, a Balaroti é líder em seu segmento no Paraná, com treze unidades em Curitiba, duas em Ponta Grossa e seis em Santa Catarina: Camboriú, Florianópolis, São José, Joinville, Jaraguá e Blumenau. Com 48 anos no mercado, trabalha com 52 mil itens de construção, tem 1770 funcionários e apresentou no ano passado faturamento de R$ 409 milhões.

Texto extraído de: http://www.portalnovarejo.com.br/index.php/component/k2/item/8927-lowe-s-demonstra-interesse-no-brasil