02 outM. Pollo passa a atuar no varejo e prevê inauguração de 100 franquias

Por Cibelle Bouças, do Valor Econômico

O Grupo MPL, sediado em Goiânia e dono das marcas M. Pollo, Paco e PK by Paco, decidiu deixar de ser apenas fabricante de roupas masculinas para atuar também no varejo. Em 10 de outubro, a companhia inaugura sua primeira loja, com a marca M. Pollo, no Flamboyant Shopping Center, em Goiânia. O próximo passo será abrir duas a quatro lojas próprias em 2018 e iniciar um projeto de franquias. A meta do grupo é abrir 100 lojas de franquia em todo o país no prazo de cinco anos.

“Estamos enxergando uma oportunidade de mercado. Desde 2014, grandes marcas masculinas se desestruturaram e deixaram espaço vago. E os shopping centers estão mais receptivos para novas marcas. Além disso, como somos fortes em cidades menores, estruturar uma rede de lojas monomarca em grandes centros pode valorizar a marca”, afirmou Paulo Lobo, sócio do Grupo MPL. O empresário acrescentou que pretende abrir três a quatro lojas até o fim de 2018 para entender o funcionamento da operação de varejo e fazer possíveis correções antes da abertura para lojas de franquia.

Lobo disse ainda que a companhia já começou a oferecer a proposta de franquia para redes multimarcas e atacadistas que vendem para a marca M. Pollo. O modelo de loja terá em 40m² e 45m² em cidades com menos de 100 mil habitantes. Em cidades de maior porte, as lojas terão entre 70 e 90m². Ainda em 2017, o Grupo MPL planeja abrir um site de comércio eletrônico da marca.

O MPL foi fundado pelos sócios Paulo Lobo e Marco Aurélio Araújo em 1992. O grupo começou com uma loja de 30m² em Goiânia e produção própria de roupas masculinas, que levavam a marca M. Pollo. Em 1996, a companhia lançou a marca Paco, mais voltada para o público jovem. Em 2010, a empresa expandiu a operação com a marca PK by Paco, voltada para o público infanto-juvenil (8 a 16 anos de idade). Atualmente, a companhia opera com quatro fábricas, três em Goiás e uma no Paraná, com uma produção mensal de 200 mil peças. As marcas são vendidas em 5 mil lojas em 2 mil municípios do país. A empresa não atua nas capitais brasileiras.

A marca M. Pollo, que terá a rede de lojas, oferece um portfólio completo de moda masculina, reunindo roupas, moda íntima, calçados e acessórios. O público-alvo são homens jovens e adultos, de classe média e média alta. Fora das capitais, compete com marcas como Aramis, Crawford, do grupo Valdac (dono também da Siberian) e Brooksfield.

A companhia não informa dados de receita, mas diz que as vendas neste ano crescem entre 8% e 9%. Fontes do setor estimam que a receita da companhia tenha chegado a R$80 milhões no ano passado. O mercado de moda masculina, de acordo com a consultoria Iemi Inteligência de Mercado, ficou estável em 2016 em receita nominal, chegando a R$38,3 bilhões. Para este ano, a previsão é que cresça 6,2%.

Texto extraído de: http://www.valor.com.br/empresas/5140762/mpollo-estreia-no-varejo-e-preve-100-franquias