29 outMacy’s utiliza o Google para ajudar consumidores a encontrarem produtos nas lojas

Escrito por Ashley Rodriguez, do Advertising Age*

macys

Imagine que você está a caminho de uma festa e derrama café em sua roupa, precisando de uma nova imediatamente. A Macy’s tem a solução: uma rápida busca no Google feita através de seu smartphone dirá se aquele suéter vermelho está disponível na Macy’s mais próxima, no seu tamanho e qual é o preço.

A partir de Novembro, os consumidores poderão procurar por produtos em seus aparelhos celulares e ver quais estão disponíveis na Macy’s que estiver mais próxima de sua localização. Juntamente com as imagens dos produtos estão detalhes como preço, tamanho e cor, e rota para guiar o consumidor até a loja, bem como links para os produtos na loja online da marca. O aplicativo funciona através da plataforma de proximidade do Google, com o objetivo de gerar vendas nas lojas online e físicas durante a maior temporada de compras do ano.

“Estamos tentando os consumidores a mudarem o comportamento de compra”, disse Jennifer, a vice presidente de mídias digitais e marketing multicural na Macy’s. “sabemos que temos a oportunidade de construir uma longa relação com nossos consumidores se obtivermos sucesso na comunicação, encorajando as descobertas”.

A Macy’s também pretende destacar em suas prateleiras os itens que os consumidores não costumam ver. “É uma grande oportunidade para mostrarmos o que temos em nossas lojas”, afirma Kasper. “Temos mais créditos em nossas lojas por meio do digital.”

A varejista tem testado anúncios locais em mercados como São Francisco, na Califórnia, desde que o Google começou a utilizar a plataforma de anúncios na última temporada de férias.

“Temos visto resultados encorajadores”, diz Kasper, que percebeu que o perfil do público é composto por mulheres entre 25 e 54 anos. “Ela pode ir em uma loja física e ter satisfação imediata”.

Cada dólar investido pela Macy’s em pesquisas se converte em $6 de compras nas lojas, de acordo com pesquisa feita pela marca. Ao focar em usuários de smartphones, a marca espera capitalizar o número de pessoas que procuram por seus produtos antes, durante e depois de comprá-los.

87% dos consumidores efetuam uma pesquisa antes de visitarem a loja, 79% pesquisam durante o período em que estão na loja e 35%, depois, de acordo com pesquisa divulgada pelo Google, baseada em uma pesquisa online feita com 6000 usuários de smartphones, feita em parceria com a Ipsos MediaCT and Sterling Brands.

O estudo também mostrou que 71% dos consumidores que usam seus smartphones para realizar pesquisas dizem que os dispositivos móveis tem se tornado mais importantes para sua experiência de compra.

“Nós estamos percebendo que o meio digital exerce grande influência sobre o que acontece nas lojas físicas”, diz Julie Krueger, diretora de varejo no Google. “Quando os consumidores estão procurando por uma marca, a expectativa é de que a experiência de compra que eles tem no meio online seja completamente igual à loja física”.

Outros varejistas como a Sephora, REI, Office Depot e a Sears Outlet também estão desenvolvendo anúncios com buscas locais e planejam expandir os esforços para as altas temporadas, conforme o Google expandir a plataforma.

“Eu realmente estou entusiasmada pelo número de varejistas que estão falando disso e percebendo a conexão entre o online e o offline”, diz Krueger.

*Tradução: Redação da Universo Varejo