05 junMundial de 2014 deve movimentar R$863 milhões no varejo

Escrito por Luiza Belloni Veronesi, da InfoMoney

world cup 2014

Enquanto muitos empregadores resistem à chegada da Copa do Mundo, por preverem prejuízos causados pelas dispensas para os jogos durante o Mundial, o setor de varejo já entrou em clima de comemoração. Isso porque, segundo estudo feito pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), alguns setores devem movimentar R$863 milhões com o evento.

De acordo com o levantamente, com o encarecimento de serviços de manutenção e barateamento de novos aparelhos, os televisores deverão estimular vendas de eletroeletrônicos relacionados à Copa.

A expectativa é de que as vendas do segmento no segundo trimestre cresçam 2,9% ante o mesmo período anterior, e totalizem R$30,3 bilhões. As Copas de 2006 e 1010 provocaram impactos reais de 2,4% e 2,6%, respectivamente, no mesmo período.

Juros caros frearam o consumo

Na contramão do preço médio dos televisores que manteve queda em 2014, o efeito das vendas voltadas para a Copa do Mundo só não será maior por causa da trajetória de encarecimento do crédito.

Considerando os níveis médios atuais de taxa de juros (42% ao ano) e o prazo de quitação de recursos tomados pelas pessoas físicas (47,1 meses), a prestação de um empréstimo tomado nessas condições para a compra de um televisor, por exemplo, está, atualmente, 8,7% mais caro que o mesmo período do ano passado.

Descontada a inflação, o encarecimento real desse empréstimo (+2,3% ante abril de 2013) vem aumentando desde o úlitmo trimestre do ano passado, quase se equiparando ao ritmo de crescimento atual da massa salarial (+3,6% sobre abril de 2013).

Texto extraído de: http://www.infomoney.com.br/negocios/noticia/3385581/copa-mundo-deve-movimentar-863-milhoes-varejo