11 setPró-Corpo, rede de clínicas de estética, pretende abrir 500 unidades em 5 anos

Escrito por Adriano Lira, da Pequenas Empresas & Grandes Negócios

pró-corpo franquias

Para cumprir meta ousada, a Pró-Corpo quer aproveitar demanda e oferecer serviços melhores e mais baratos que a concorrência

As brasileiras se preocupam muito com a beleza. Segundo uma pesquisa do Instituto Data Popular, “estar bonita” é uma das principais preocupações da rotina de 66% das mulheres. Além disso, 80% delas concordam que quem está bem arrumada se dá melhor no trabalho.

Baseada nessa tendência e na confiança em oferecer serviços melhores que os da concorrência, a Pró-Corpo, rede com 15 unidades em São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná, traçou um plano de expansão bastante ousado: nos próximos cinco anos, a empresa quer abrir 500 novas clínicas de estética em todo o país.

A fundadora da Pró-Corpo, Marisa Peraro, teve a ideia de seu empreendimento ainda durante a faculdade de administração, em 2006 – a Pró-Corpo foi o tema do trabalho de conclusão de curso dela. E Marisa, assim como um estudante universitário trata seu TCC como um filho, mostra em suas palavras que seu empreendimento é realmente parte de sua vida. Até por isso, muito do que ela diz sobre a Pró-Corpo é colocado na primeira pessoa do singular, como se o progresso fosse realmente dela.

A Pró-Corpo oferece franquias com duas formatações diferentes. Na primeira, chamada de Pró-Corpo Estética, o cliente encontra procedimentos padrão das clínicas de estética, como tratamento de celulite e flacidez, retirada de gordura e depilação.

Já a segunda, a Pró-Corpo Med, inclui serviços que só podem ser feitos por profissionais certificados, como aplicação de botox e remoção de tatuagens. “Cerca de 90% das pessoas interessadas na franquia optam pela Pró-Corpo Med. No entanto, os serviços com maior demanda também são oferecidos na Pró-Corpo Estética. Todo mundo sai ganhando”, afirma ela.

Apesar de o salto de 15 para 500 unidades parecer agressivo demais à primeira vista, a fundadora da Pró-Corpo justifica a expansão com números. “A procura de eventuais franqueados é grande. Devo fechar 2013 com 30 lojas e conseguir 100 lojas até o fim do ano que vem. Nesse ritmo, chegarei a 500 em cinco anos com segurança”, diz Marisa. Ela ainda afirma que a qualidade da Pró-Corpo vai fazer com que a meta seja cumprida naturalmente. “As redes de estética mais conhecidas no Brasil têm 50 unidades e não contam com uma padronização de serviços tão boa quanto a minha”, diz Marisa.

De empregadas a Camaros

Quando perguntada sobre o público-alvo que está buscando para a Pró-Corpo, Marisa afirma que uma das características da empresa faz com que seja difícil direcionar o serviço para uma determinada classe. “Se fosse pra delimitar um alvo, diria que estamos atrás das classes B e C. Mas quando comecei o negócio, busquei um equilíbrio entre qualidade e bons preços. Isso faz com que a Pró-Corpo atenda os mais variados públicos, dependendo da cidade.”

A fundadora da Pró-Corpo conta que chega a atender empregadas domésticas em cidades como São Paulo e clientes que chegam até de Camaro em centros menores, como Londrina (PR). “Em cidades maiores, pessoas de todas as classes conhecem mais serviços e têm mais acesso à informação, o que faz com que a clientela das lojas seja mais massificada”. De qualquer forma, independente do público, o preço é sempre acessível. “Nosso lucro vem pela demanda, não por cobrar caro”, afirma.

Vendas pela internet e produtos licenciados

O plano de expansão da Pró-Corpo não inclui apenas o aumento das unidades. Lançada há três meses, a seção “Compre Online” do site da Pró-Corpo permite que os clientes comprem os serviços que desejam com antecedência e escolher a unidade em que desejam fazer o tratamento. “Já estamos conseguindo faturar R$ 20 mil por mês nessa modalidade de vendas, o que é satisfatório pelo tempo de lançamento da plataforma”, diz Marisa.

Outra ação que deve ser tirada do papel em breve é o lançamento de uma linha de produtos de beleza. “O próximo passo vai ser criar cremes, protetores solar e hidratantes, todos da marca Pró-Corpo. Faremos isso assim que tivermos as 30 primeiras unidades.”

Texto extraído de: http://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2013/09/rede-de-clinicas-de-estetica-quer-abrir-500-unidades-em-5-anos.html