22 abrRede de móveis e decoração lança formato de franquia para showroom

Escrito por Priscila Zuini

Com investimentos de importantes fundos, como Monashees Capital e Kaszek Ventures, o site Oppa inovou ao colocar móveis e itens de decoração para venda na internet. Depois de consolidar a marca online, agora a empresa se prepara para expandir de forma mais tradicional no varejo.

Desde 2013, a Oppa abriu showrooms para que os clientes mais desconfiados pudessem conhecer os produtos. A iniciativa deu certo e agora vira franquia. O modelo vai replicar a operação dos espaços já existentes: o cliente pode ir até o espaço, mas a compra é feita online, sem estoque no local. “Verificamos que o modelo de showroom era extremamente viável e, que para expandir na velocidade que a gente queria, o modelo de franquia era o mais indicado”, diz Luis Carmagnani, CFO e diretor de expansão da Oppa.

O principal papel do franqueado é vender. Todo o resto da operação até o item chegar ao cliente fica nas mãos da rede. “A nossa capacidade está adequada e, a partir do momento em que tivermos novas franquias, faremos novos investimentos. O sistema que vai usar é o mesmo do showroom. É um modelo testado que funciona”, afirma.

A cada seis meses, os franqueados deverão renovar o espaço, com itens novos. Segundo Carmagnani, o valor vindo da liquidação do mostruário será usado para a renovação do showroom, sem necessidade de novos investimentos. Quem se interessar pelo negócio deve ter um alinhamento com a marca e perfil empreendedor. “Tem que gostar da marca Oppa e ser empreendedor. Como em qualquer franquia, para dar certo tem que colocar a mão na massa”, diz.

Para não canibalizar os canais, Carmagnani afirma que a empresa usará um modelo diferente de divisão territorial para as unidades. “A gente pensa em dois modelos: restrição por CEP de entrega e comissão vitalícia para os clientes que o franqueado conquistar”, diz. Neste modelo, se o consumidor que comprou pelo showroom fizer uma nova compra pelo site, o franqueado também receberá comissão.

A meta da empresa é encerrar 2015 com 15 unidades abertas. “Entre junho e julho abriremos a primeira franquia. O nosso foco é Sudeste e Sul. Mas não estamos negando franquia para outros lugares. Temos candidatos em outras partes do Brasil já”, diz. Para começar a franquia, o empreendedor deve investir R$ 320 mil, sendo R$ 40 mil de taxa de franquia, R$ 30 mil para capital de giro e R$ 250 mil em instalação.

Texto extraído de: http://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2015/04/oppa-lanca-franquias-sem-estoque-para-expandir-negocio.html