16 junSegundo ABF, Franquias estão prontas para superar a crise

Por Priscila Zuini

Artur Grymbaum, presidente do conselho de associados da ABF, e Cristina Franco, presidente da ABF (Foto: PEGN/Priscila Zuini)

Artur Grymbaum, presidente do conselho de associados da ABF, e Cristina Franco, presidente da ABF (Foto: PEGN/Priscila Zuini)

Crise. A palavra é constante nas conversas do primeiro dia da 25ª edição da ABF Franchising Expo. Durante a abertura do evento, Cristina Franco, presidente da ABF, reforçou que o setor, apesar do clima dominante, está pronto para enfrentar este momento. “Somos uma indústria vibrante que acompanha indicadores de gestão e tem um olhar apurado de varejo e tecnologia para aplicar nos nossos negócios”, diz Cristina.

Durante a abertura do evento, nesta terça-feira (15), a associação fez um balanço dos resultados do último trimestre e destacou a importância da capacitação e do trabalho em rede para o sucesso do setor. “Temos nessa edição o lançamento da Franchising Week, com diferentes simpósios. Essa capacitação para executivos, franqueados e franqueadores é gratuita. É uma devolutiva da ABF ao seu associado para que ele não pare de participar neste momento de crise”, afirma Cristina.

A ABF anunciou crescimento nominal de 7,6% no primeiro trimestre deste ano. A associação não informa os resultados descontando a inflação. No ano passado, o setor registrou crescimento de 8,3% em faturamento, com receita acumulada de R$ 139,5 bilhões. “O franchising vem sendo consistentemente um segmento de credibilidade e respeito e vemos isso na nossa participação no PIB, que é de 2,3%”, diz Cristina.

A abertura oficial do evento contou com a presença de grandes empresários como Carlos Wizard Martins, da Mundo Verde, Alberto Saraiva, do Habib’s, e Jae Ho Lee, do grupo Ornatus. O jogador Ronaldo foi a personalidade convidada para a solenidade. Ele iniciou, em 2015, um processo de franquia da Ronaldo Academy, escolinha de futebol que leva seu nome e tem unidades no Brasil, na China e nos Estados Unidos.

Feira

O evento deste ano tem 400 expositores e deve receber 65 mil pessoas durante quatro dias. Além da feira e dos simpósios, a ABF organizou um encontro de 120 franqueados pela primeira vez. “Nosso interesse é levar a troca de experiência entre redes, garantindo que o franchising continue com maturidade avançada”, diz Artur Grymbaum, presidente do grupo Boticário e presidente do conselho de associados da ABF.

Outra iniciativa inédita é um projeto que traz estrangeiros para conhecer as franquias brasileiras e incentivar a internacionalização. Em parceria com a ApexBrasil  (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), o Projeto Comprador promoverá rodadas de negócios entre empresários e investidores interessados em levar marcas brasileiras para Arábia Saudita e Oriente Médio e Américas Central e do Sul.

O grupo é composto, em sua maioria, por máster franqueados de grandes marcas internacionais. A feira conta ainda com estandes dos Estados Unidos, da Argentina e do Japão.

Crédito
Durante a abertura, o Bradesco anunciou ainda a ampliação de uma linha de crédito do FAMPE Franquias (Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas). Com carteira de R$ 25 milhões, o crédito disponível era de até R$ 125 mil e, agora, passa a ser de R$ 375 mil. “Esta linha é para que o franqueado possa fazer reforma na sua loja, recompor capital de giro ou investimento. A taxa de juros é 2,28% ao mês”, diz Antonio Diniz, diretor departamental da área de Produtos e Serviços do banco.

Texto extraído de: http://revistapegn.globo.com/Franquias/noticia/2016/06/franquias-estao-prontas-para-superar-crise-diz-abf.html