27 outTecnologia a favor das franquias

Escrito por Paulo Gratão

Painel apresenta case da Portobello, que conseguiu construir sua própria cadeia de distribuição e varejo, e como aliar tecnologia para controle e crescimento das franquias. A equação qualidade e quantidade é a grande questão quando o assunto é franquias. Juarez Leão, diretor de varejo da Portobello explanou no painel “Tendências na gestão de franquias”, realizado no segundo dia do Brazilian Retail Week, como a Portobello deixou a cultura industrial apenas para a indústria e conseguiu fortalecer seu braço de varejo, alcançando 106 franquias, e com expectativa de totalizar 150 até 2015. “Não ganhamos dinheiro abrindo lojas, poderíamos ter bem mais, mas sim garantindo o bom funcionamento das existentes, aumentando as vendas em cada base”, afirma o executivo.

O foco da empresa é assegurar que a base existente cresça e se perca no caminho. Para isso, diversas medidas foram tomadas e outras estão em ciclo de implantação, em parceria com a consultoria Universo Varejo. Uma das medidas aconselhadas pelo executivo da Portobello é a gestão multicanal. Leão diz que os atritos entre os canais sempre existirão, mas esse formato é mais benéfico por permitir uma melhor relação entre custo x cobertura e controle.

O ambiente está favorável para franquias. Em 2010, foram mais de 86 mil lojas franqueadas, e o faturamento de todas foi em torno de R$ 76 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), a qual Leão também é diretor.

Entre os diferenciais que podem amenizar a chamada “mortalidade de lojas”, Leão enfatiza a estratégia multicanal, o marketing local – cada franqueado é responsável pela divulgação da marca em sua região, destinando 2% da receita bruta para esses fins – comunicação eficiente e compartilhar responsabilidades através de um conselho de franqueados.

O programa avaliação de franqueados citado pelo executivo é composto por checklist, o que possibilita recompensas e cobranças. “Nunca visito um franqueado sem olhar toda a documentação, o checklist, para poder confrontar as informações repassadas com a realidade. O grande desafio é ter tudo isso à mão”, comenta Leão.

Daniel Zanco, sócio-diretor da Universo Varejo diz que a solução para isso é buscar suporte na tecnologia. A consultoria disponibiliza para a Portobello uma ferramenta de gestão de franquias, que permite o checklist online e o controle remoto das franqueadoras sobre as informações das franquias. “Eu paro de pensar em obter informação e passo a ter ação. É fácil apontar o problema na franquia, difícil é dizer o que precisa ser mudado”, explica Zanco.

Outra vantagem da automatização dos controles de franquias é a central de atendimento ao franqueado, que permite uma interação maior e um controle à distância de tudo que acontece nas lojas. “O franqueado brasileiro, hoje, é carente de suporte”, diz o executivo, e ainda acredita que a solução possibilita o crescimento da franquia com menos contratações.

Texto extraído de http://brweek.com.br/noticias/443-tecnologia-a-favor-das-franquias