07 janUm supermercado com zero itens à venda

Escrito por Ticiana Werneck, do Portal No Varejo

A maior rede chinesa Yihaodian quer abrir mil lojas virtuais em espaços vazios nas cidades, usando realidade aumentada

Cuidado, você pode estar pisando numa loja Yihaodian. Brincadeira à parte, a intenção dessa, que é a maior rede supermercadista da China, é “abrir” mil lojas virtuais pelo país, em espaços vazios das cidades.

Inspirada nos painéis de compra via código QR, a iniciativa prevê lojas de mil metros quadrados que permitem ao consumidor ver os produtos em 3D. Para isso acontecer, claro, ele deve estar munido, todo o tempo, com seu smartphone que trará na tela a imagem projetada para aquele espaço em realidade aumentada. Com o celular em mãos, o consumidor “enxerga” os itens que precisa comprar, fecha o pedido e pede a entrega em casa.

Chamadas de “Unlimited Yihaodian”, estas lojas, assim, não expõem nenhum produto físico. É a fusão da experiência virtual dentro de um espaço real, criado especialmente para se viver a compra online. Meio confuso? De tão novo, o conceito ainda não ganhou um nome e não pode ser considerado exatamente e-commerce, já que o consumidor literalmente anda pela “loja” e vai “enxergando” os produtos nas prateleiras virtuais. Seria algo como um e-commerce mais real. Alguém arrisca um palpite?

Texto extraído de http://www.portalnovarejo.com.br/destaque/destaques/um-supermercado-com-zero-itens-a-venda