23 julVarejo popular e seus desafios

Escrito por Elaine Medeiros, do BR Week

Diante de uma nova classe média mais aberta ao consumo, Eduardo de Almeida Salles Terra, vice-presidente do IBEVAR (Instituto Brasileiro dos Executivos de Varejo e Mercado de Consumo), antecipa algumas dicas sobre como lidar com “O desafio do varejo popular”, tema de uma das palestras que serão apresentadas durante o Brazilian Retail Week.

“Um dos desafios que o varejo popular enfrenta é entender rapidamente as expectativas, desejos e anseios desta nova classe média, que veio de um histórico de pouco consumo e que com o aumento da renda passou a consumir novos produtos e novos serviços”, explica Terra, se referindo a um público que antes não consumia determinados produtos e serviços. “Os hábitos e comportamentos ainda precisam ser mais estudados para que toda a estratégia do varejo atenda as expectativas deste novo consumidor”.

Além disso, o varejo popular passa pelo desafio do crédito, responsável pelos maiores índices de inadimplência, em função da dependência do financiamento do consumo com o cartão de crédito, e consequentemente pelos hábitos de consumo. “Para a questão do entendimento dos novos hábitos, uma saída seria investir em pesquisas de diversas formas para que de uma maneira criativa e inovadora, o varejo popular possa adequar suas estratégias a este público. Quanto ao crédito, a ideia seria buscar parcerias estratégias com bancos, financeiras e empresas de inteligência de crédito para oferecer alternativas de financiamento sustentáveis a este público”, propõe.

De uma forma ou de outra, por se tratar de uma realidade, o varejo popular precisa fazer sua lição de casa para continuar crescendo ou até mesmo para segmentar algumas marcas e lojas. “É preciso inovar na maneira como se oferece o crédito e ficar de olho na internacionalização, com a chegada de algumas empresas globais”, conclui.

Texto extraído de http://www.portalnovarejo.com.br/destaque/destaques/varejo-popular-e-seus-desafios