03 maioWizard cria novo modelo de franquias para expansão em cidades menores

Escrito por Júlia Pitthan, da Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Modelo terá até 80 metros quadrados e foco em municípios de até 100 mil habitantes

Atenta ao potencial de cidades entre 50 mil e 100 mil habitantes, a rede de ensino de idiomas Wizard acaba de lançar um modelo de franquia mini. O modelo terá um tamanho de até 80 m² e potencial para atender entre 250 e 300 alunos. A taxa de franquia será de R$ 20 mil contra R$ 50 mil – o valor máximo do atual.

Hoje, o formato tradicional de escolas da rede tem até 400 m² e uma média de 400 alunos. Há cerca de 1,2 mil unidades em operação – e a constatação de que os grandes centros já estão ocupados. O anúncio foi feito durante a Convenção Nacional da Wizard, que ocorre nesta sexta-feira, 3/5, em Campinas, no interior paulista.

Segundo o diretor de expansão e novos negócios do grupo Multi, Arno Krug Junior, a intenção é atender cidades de médio porte em todo o Brasil – em especial nas regiões Sul e Sudeste. De acordo com o levantamento feito pelo grupo, o país tem 100 mil cidades com potencial de receber unidades com esse modelo. “Não é uma microfranquia, apenas uma unidade menor. É uma demanda que vinha dos próprios franqueados”, diz. Até o final do ano, a expectativa é que 100 unidades do formato sejam vendidas e o número deve chegar a 500 em até três anos.

O formato mini também se aplica a espaços como shoppings e galerias comerciais – locais com metros quadrados mais caros – e aeroportos. Segundo Krug, a rede já está em contato com a Infraero e acompanha a oportunidade que deve surgir com as novas licitações. Nesses espaços, os funcionários de companhias aéreas e outras lojas também são considerados como alunos em potencial. O foco é o treinamento para os eventos esportivos, como a Copa das Confederações.

Texto extraído de http://revistapegn.globo.com/Revista/Common/0,,EMI337088-17180,00.html